Notícias e eventos
Know-how

Rotação de culturas - o que é e quais são os benefícios

Implante a técnica na sua lavoura e potencialize o seu solo para as safras futuras

Rotação de culturas

Você utilizou defensivos agrícolas e, ainda sim, algumas ervas daninhas apareceram na sua lavoura? Possivelmente ela está precisando de mais uma técnica para tornar o solo ainda mais produtivo.

Por isso, hoje vamos falar o que é rotação de culturas e quais são os benefícios para a agricultura. Rotação de cultura é quando é possível alternar a espécie de plantio cultivado a cada safra ao longo do tempo e gerar um sistema mais produtivo a longo prazo

Através da prática é possível fazer com que o solo volte para um nível de alta fertilidade, eliminando também o surgimento de alterações de ordem química, física e biológica no solo. 

Por exemplo, a rotação seria algo como plantar aveia preta + nabo/milho - aveia branca/soja - milho safrinha/soja - trigo/soja. Nesse sistema, ocorre a alternância de espécies dentro de uma mesma estação, de modo que, no inverno, cultiva-se 25% da área com aveia preta + nabo forrageiro, 25% com aveia branca para grão, 25% com milho safrinha e 25% com trigo, enquanto que, no verão, cultiva-se 75% da área com soja e 25% com milho. 

6 dicas de como fazer a rotação de culturas ser eficaz 

Para que a rotação de culturas aconteça de forma positiva, é possível considerar alguns pontos importantes para o bom funcionamento da técnica. Abaixo listamos 6 dicas eficazes. São elas:

1) Produzir fitomassa - Aumentar o teor de MOS e a formação de cobertura morta para controlar os processos erosivos, oscilações de temperatura e perda de água por evaporação; 

2) Condições favoráveis do solo - Diminuir a suscetibilidade das plantas aos danos de pragas e doenças que contribuam para a formação de um ambiente favorável a elas; 

3) Exigências nutricionais - Garantir ao solo a capacidade de aproveitamento de nutrientes diferenciados (Ieguminosas e gramíneas, por exemplo); 

4) Suscetibilidade a pragas e doenças diferentes - Desta forma, é possível evitar que as espécies que sejam hospedeiras de pragas e doenças para as culturas principais; 

5) Princípios ativos variados - Ao utilizar mecanismos de ação de herbicidas, inseticidas e fungicidas é possível evitar a seleção de espécies/biótipos tolerantes e resistentes; 

6) Apostar em culturas vivas - Culturas com alta produção de fitomassa e sistema radicular profundo, agressivo e abundante são capazes de melhorar a qualidade do solo.

Os benefícios da rotação de culturas para o seu solo

Agricultores que apostaram na rotação de culturas no agronegócio só tem a ganhar. É por isso que trouxemos alguns dos principais benefícios da prática, como: 

  • qualidade química, física e biológica do solo;
  • controle de pragas e ervas daninhas;
  • Quebra o ciclo de patógenos;
  • Gera a reposição da matéria orgânica no solo;
  • Protege o solo dos agentes climáticos;
  • Contribui para o aumento da produtividade;
  • Torna o Sistema de Plantio Direto (SPD) viável;
  • Faz com que a absorção de nutrientes seja mais eficiente e melhora o desempenho das cultivares.

Agora conta para nós: você pratica a rotação de culturas? Quais são os plantios que você alterna e quais resultados você sente na prática? Deixe o seu comentário. 

 

Outros notícias

Todas notícias