Notícias e eventos
Know-how

Como as condições climáticas influenciam na lavoura

Do planejamento do plantio à colheita, é essencial que o agricultor saiba como as condições climáticas influenciam na lavoura. Afinal, antes mesmo de a semente ir à terra, o clima já determina a decisão sobre a espécie a ser cultivada, por exemplo. Embora não seja possível controlar as condições climáticas, hoje diversas tecnologias permitem ter previsão sobre elas. Assim, ao invés de serem vistas como ameaças, é possível tê-las como aliadas.

Quadra

O clima no planejamento da lavoura

Num país continental como o Brasil, existem diversos tipos de climas e biomas. Dos pampas ao serrado, as condições climáticas que eles oferecem tornam algumas culturas mais propícias que as outras entre as diferentes regiões do país. Em um zoneamento agrícola são levados em consideração o clima, o solo e o ciclo das cultivares. Assim, é possível definir os riscos climáticos envolvidos na condução das lavouras que podem ocasionar perdas na produção agrícola.

Apesar disso, a sociedade vem desenvolvendo técnicas para diminuir esses efeitos. Uma delas é a criação de espécies híbridas e a construção de espaços artificiais que permitam o plantio de vegetais em localidades atípicas. A irrigação também é outra estratégia comum nesses casos.

No entanto, técnicas como essas costumam ser mais caras e nem sempre resultam na mesma qualidade que as espécies originais oferecem, no caso dos alimentos. Por esse motivo, antes de iniciar o plantio, é preciso saber se o que vai ser cultivado consegue se manter no tipo climático em questão. Outros fatores a serem considerados são o tipo de solo e a disponibilidade de água, por exemplo. 

Como as condições climáticas influenciam na lavoura

De modo geral, temperatura e umidade (horas de luz / dia) são os aspectos mais fundamentais a serem observados para o sucesso do agricultor. Isso porque cada cultura tem uma condição específica na qual se desenvolve melhor. Ela não depende apenas da estação do ano mais adequada para aquele cultivo, mas sim da temperatura e precipitação mais favoráveis.

Entretanto, entender como as condições climáticas influenciam na lavoura vai além de observar esses dois indicadores. É preciso dar atenção de forma detalhada a outros fatores mais específicos. Afinal, é muito importante saber relacionar os dados que temos em mãos, para tomar a melhor decisão sobre os tratos culturais como plantio, irrigação e a colheita. 

Intensidade Luminosa

Está relacionada a processos como a germinação, fotossíntese, e florescimento da planta. A baixa luminosidade compromete essas etapas.

Intensidade e direção dos Ventos

Influenciam no crescimento da planta, especificamente nos tratamentos com pulverizações. A ideia é fazer com que o produto caia a 90ºC no solo. No entanto, as características do vento podem afetar o direcionamento do defensivo. Ainda, ventos muito fortes causam a perda de flores e frutos jovens, assim como murchamento.

Intensidade Ultravioleta

Muito relevante, esse fator define até mesmo quais pesticidas usar, já que dependendo da condição ultravioleta, alguns não são recomendáveis. Porém, no desconhecimento dessa informação, muitos agricultores aplicam o produto sob condições inadequadas e podem até anular sua ação.

Temperatura Do Ar

Cada etapa do crescimento da planta requer uma condição ideal de temperatura do ar. Episódios de geada, por exemplo, podem causar a morte das plantas. Ou como no caso de temperaturas elevadas, motivar a queda de flores e frutos jovens. Ainda, temperaturas mais altas aumentam a incidência de pragas nas lavouras e o desequilíbrio nas interações delas com seus inimigos naturais.

Temperatura Do Solo

Baixas temperaturas do solo podem retardar a germinação das sementes. Já as mais altas tendem a evaporar a água infiltrada no solo, essencial para o crescimento da planta.

Umidade Do Ar

Quando a lavoura passa por longos períodos de umidade no ar, surgem inconvenientes como a maior incidência de fungos em grãos, por exemplo. Já a baixa desse índice causa o murchamento da planta, que evapora sua água muito mais rápido. Na verdade, cada cultura precisa de um nível diferente de umidade a cada etapa.

Umidade Do Solo

O equilíbrio na umidade do solo garante a nutrição da planta e a saúde para se defender de pragas como os fungos. Algumas doenças das raízes são causadas pelo excesso de umidade no solo, por exemplo.

Precipitação pluviométrica (chuva)

A falta ou excesso de água prejudicam todas as culturas. Porque cada etapa da cultura necessita de uma quantidade de água ideal. A falta dela no início do plantio pode afetar a germinação das sementes. Também compromete a fotossíntese e, consequentemente, o desenvolvimento da planta. Como resultado, a ocorrência de seca durante o florescimento das culturas leva à redução da produtividade.

 Como a tecnologia pode ajudar a lidar com as condições climáticas na lavoura

O uso da tecnologia pode ajudar a mitigar os danos causados por condições climáticas desfavoráveis.

O caminho mais óbvio, mas não menos importante, é buscar informações meteorológicas. Isso garantirá certo nível de estabilidade no trabalho do agricultor, pois possibilita que ele faça planejamentos estratégicos para trabalhar da melhor forma.

Além disso, os serviços de monitoramento, automação e coleta de dados ajudam a avaliar o uso da terra e as tendências da lavoura. Preveem as condições das safras e possível produção, antecipando as oscilações nos mercados e auxiliando o agricultor na gestão.

Ainda, permitem a acompanhar de perto o desenvolvimento de doenças e pragas e, quando houver desequilíbrio, realizar ações de controle que mantenham a produção saudável e lucrativa.

Outros notícias

Todas notícias