Notícias e eventos
blog

8 Formas de Manter a Longevidade do Seu Maquinário. 

As máquinas e implementos agrícolas são os grandes parceiros do produtor. São elas que fazem o trabalho pesado, ajudam a otimizar a produção e impactam diretamente nos resultados.

Se por qualquer motivo o maquinário não estiver em dia e acontecer algum problema, uma coisa é certa: a produção para e você fica no prejuízo. Neste artigo, veremos algumas dicas importantes para garantir a durabilidade desses equipamentos tão indispensáveis no agronegócio.

1. Manutenção Preventiva

 A manutenção preventiva é a primeira e uma das principais dicas para prolongar a vida útil de suas máquinas e implementos. Por isso, siga o cronograma de manutenção recomendado pelo fabricante. Faça verificações regulares, troca de óleo, substituição de filtros, etc. A prevenção é mais econômica do que a correção de problemas após a ocorrência.

 2. Troca de Peças Periódicas

 Peças normais como correias, filtros e rolamentos sofrem desgaste ao longo do tempo. Inclui a troca dessas peças em seu plano de manutenção. A substituição regular de peças desgastadas ou danificadas ajuda a evitar a propagação de problemas e garante o bom funcionamento das máquinas, minimizando a possibilidade de interrupções inesperadas.

 3. Lubrificação Adequada

 Manter as peças móveis específicas lubrificadas também é algo fundamental. Lubrificar os pontos críticos ajuda a reduzir o atrito e o desgaste das peças. Portanto, verifique o manual do fabricante para obter orientações sobre os intervalos e os tipos de embarques recomendados para cada componente.

 4. Monitoramento dos Fluidos

 A verificação regular dos níveis de fluidos, como óleo do motor e fluido hidráulico, é outra prática que pode salvar sua produção. Os fluidos adequados e em quantidade suficiente garantem um desempenho consistente e ajudam a prevenir danos aos componentes internos.

 5. Inspeção Visual

 Realize inspeções visuais planejadas em suas máquinas antes e após cada operação. Procure por vazamentos, desgastes visíveis, danos ou qualquer situação fora do normal. Identificar problemas no estágio inicial permite a correção imediata, evitando que pequenos problemas se transformem em falhas maiores no futuro.

 

6. Limpeza regular

 A limpeza diária não é apenas estética, mas também funcional. Você sabia? Limpe as máquinas para remover sujeira, poeira e detritos que possam se acumular. Preste atenção especial às peças móveis e sistemas de resfriamento, pois o acúmulo de detritos pode causar superaquecimento e danos aos componentes.

 

7. Treinamento dos Operadores

 Aqui está um ponto frequentemente negligenciado. Busque treinamento ou comprovação de que seus operadores estão treinados. Trabalhar com máquinas e implementos não se trata apenas de operar o equipamento, mas também como fazer isso de maneira responsável e eficiente.

 

8. Armazenamento Adequado

 Quando as máquinas não estiverem em uso, armazene-as em um local protegido do tempo. Isso ajuda a prevenir a corrosão e o desgaste prematuro devido à exposição a condições climáticas adversas.

 

Se você seguir todos os cuidados listados acima, com certeza terá um equipamento funcionando por muitos anos. Além de tudo, você ainda evita riscos e atrasos na produção.
Lembre-se: a manutenção não é apenas uma tarefa, é um investimento no sucesso do negócio. Sua produção será segura se os maquinários estiverem sempre em boas condições de uso.

Outros notícias

Fenação: Como obter o Fardo Perfeito?
3 jun. 2024 fenação

Fenação: Como obter o Fardo Perfeito?

Maximize a qualidade do feno com a Kuhn: dicas para corte, enfardamento e armazenamento perfeitos. Descubra como obter o fardo ideal!

Todas notícias